terça-feira, 17 de julho de 2018

A praia do antigo Trapiche Municipal de Santarém


Paisagem que ficou na orla fluvial de Santarém após a demolição do antigo Trapiche Municipal, em fotografia da década de 1970. Ainda se podia, entretanto, ver parte da praia que não foi aterrada quando da construção da Praça do Pescador. Fotografia cedida ao blog pela senhora Jercyra Carneiro do Valle.



A gruta de Lourdes, no Colégio Santa Clara


Na década de 1950, quem entrasse nas dependências do Colégio Santa Clara por meio do acesso da Avenida São Sebastião, podia contemplar a gruta de Nossa Senhora de Lourdes, feita em pedra, ornando o jardim daquele educandário. Ao fundo pode-se ver parte do arvoredo do Cemitério de Nossa Senhora dos Mártires. Fotografia cedida ao blog pela senhora Jercyra Carneiro do Valle.




Notícia sobre a Missão Tirió na Prelazia de Óbidos – 1960


 Após longa expedição missionária de sete meses através do sertão da Prelazia obidense, resolveram os Franciscanos de Óbidos fundar uma nova missão entre os índios Tiriós, por constituírem uma das tribos mais acessíveis. Valem-se os missionários das ricas experiências, colhidas durante quase 50 anos na catequese dos Índios Mundurucus. Figura como fundador da missão o conhecido etnólogo franciscano, Frei Protásio Frikel, Diretor da Secção Etnológica do Museu Goeldi de Belém. 

A Escola Maçônica para a educação dos obidenses – 1899


No dia 09 de abril do corrente, a Loja Maçônica desta cidade (de Óbidos) “Força e União” festejaram a abertura de uma escola noturna, mantida à custa da benemérita associação.
Louvamos o patriotismo dos esforçados obreiros que tiveram tal ideia!
Deus permita que tenha melhor sorte do que a escola, também noturna, paga pela Intendência; esta é noturna demais, escola do silêncio e das trevas. 

segunda-feira, 16 de julho de 2018

Relatório sobre a fortificação da cidade de Óbidos – 1858


Uma das obras, em que o governo emprega a sua maior atenção, é a das fortificações da cidade de Óbidos, na Província do Pará, e na margem esquerda do rio Amazonas. Foi esse o ponto o escolhido, como a chave das comunicações fluviais entre o Alto e Baixo Amazonas, e único prestável para impedir o passo à subida ou à descida, por ser onde o grande rio mais se estreita, tendo apenas aí 870 braças de uma a outra margem. Querendo saber ao certo o estado daquelas obras acerca de seu andamento, sua segurança e proficiência, o que se tem feito e despendido com elas, e se a obra feita corresponde à despesa verificada, nomeou o governo uma comissão especial para inspecionar as ditas obras, e agora acaba de ser-lhe apresentado o relatório dessa comissão.

Carta de Dom Frei Caetano Brandão ao pároco de Óbidos – 1787


Ao padre Pedro José Ribeiro

Recebo a sua carta e com ela a gostosa satisfação de ver que os moradores dessa Vila têm abraçado com tanto fervor, e devoção o saudável Instituto para que os convidei pela minha Pastoral, tudo isso atribuo em grande parte ao zelo ilustrado com que Vm. (1) sabe ensinar-lhes as verdadeiras ideias de probidade Cristã, que devendo forma-se sobre o Evangelho, única regra dos nossos procedimentos, não pode reputar estranha uma das obrigações que ele prescreve aos seus seguidores.

Festa de Santa Ana em Itaituba – 1983


Padroeira do povo católico itaitubense, assim era a procissão do dia da festa de Santa Ana, no ano de 1983. Naquela ocasião a festividade contou com a presença de Dom Lino Vombommel, então bispo coadjutor da Diocese de Santarém.



Interior da Igreja Matriz de Santa Ana em Itaituba


Nesta fotografia da década de 1950 podemos ver a nave do Altar Mor da Igreja Matriz de Santa Ana, na Paróquia de mesmo nome, padroeira da cidade de Itaituba. Apesar de ser uma foto noturna, pode-se ver alguns detalhes que faziam parte da simplicidade do templo tapajônico.



Cursilhos femininos na Diocese de Santarém


Continuando nossa homenagem aos diversos movimentos leigos pela passagem do “Ano do Laicato”, apresentamos aqui três momentos da vida do Movimento de Cursilhos de Cristandade na Diocese. Fotografias cedidas ao blog pela família de Laudelina Horta.

22º Cursilho Feminino de 21 a 24 de abril de 1983

23º Cursilho Feminino de 22 a 25 de setembro de 1983

24º Cursilho Feminino de 03 a 06 de maio de 1984


Inauguração do Grêmio do Colégio São José, em Óbidos


Foto que registra a presença de Dom Floriano Loewenau e de Saladino Brito na inauguração do Grêmio “Madre Maria Imaculada de Jesus” no Colégio São José, em Óbidos, na década de 1950. Fotografia cedida ao blog pela senhora “Ida” Marinho.




Pia União das Filhas de Maria de Óbidos


Um dos grupos leigos femininos, contemporâneo aos Congregados Marianos (que era exclusivamente masculino), foi a Pia União das Filhas de Maria. Nesta foto, podemos ver um grupo das Filhas de Maria de Óbidos, acompanhadas do seu diretor espiritual, Frei Daniel Budde, OFM, na primeira metade da década de 1950. Fotografia cedida ao blog pela senhora “Ida” Marinho.



domingo, 15 de julho de 2018

A Coroação da “Rainha dos Estudantes” em 1952


Em solenidade que será realizada na noite de hoje (15 de novembro) nos amplos e aristocráticos salões do “Centro Recreativo”, efetuar-se-á a coroação da “Rainha dos Estudantes de 1952”, senhorita Eunice Imbiriba, recém-eleita em interessante e animado pleito ultimamente realizado nesta cidade.
O auspicioso acontecimento está fadado a marcar brilhante êxito social, com a presença de autoridades e membros da sociedade local.
Após a entrega da faixa à “Rainha dos Estudantes”, que será feita pelo ilustre Juiz de Direito da Comarca, seguir-se-á animado baile. 

Algumas das notícias do ano de 1951


A Prefeitura está mandando derrubar o matagal que circunda os subúrbios da cidade, abrindo novas ruas e travessas, atendendo assim a grande procura de terrenos por parte dos que desejam construir as suas moradas.
Com essa providência a cidade vai crescendo e aumentando a sua população (1).

Uma nota sobre a falta de açúcar em Santarém – 1960


Há falta quase absoluta na praça, motivada pela recusa dos comandantes dos vapores do Loide Brasileiro em receber esse artigo de primeiríssima necessidade nos portos produtores.
Cabia à Associação Comercial do Baixo Amazonas apelar em telegrama ao presidente JK para que seja destinado um vapor a fim de conduzir os milhares de sacos desse produto encalhados no porto de Recife. A nossa Associação Comercial deve se movimentar em socorro da população. 

Silvio Braga em Santarém – 1962


Passou uns dias na cidade em visita a amigos, leais correligionários e seus parentes o deputado federal dr. Silvio Braga, jornalista, escritor e advogado eminente a quem a Amazônia e, em particular Santarém, como os Estabelecimentos Rurais do Tapajós estão a dever o desvelado interesse do notável tribuno conterrâneo que, no desempenho do mandato eletivo que o nosso povo lhe outorgou vem travando com as forças negativas que se antepõem à vitória das nobres causas, uma batalha já vitoriosa porém, como é fácil de deduzir-se pelos trabalhos apresentados ao plenário da Câmara Federal que visam proporcionar melhores condições de vida e de trabalho aos que empregam suas atividades em Belterra, Fordlândia, Núcleo Daniel de Carvalho, etc. e recursos outros que, de forma direta, beneficiarão igualmente os dirigentes e trabalhadores.

sábado, 14 de julho de 2018

Celebração de uma Missa em São Raimundo – 1963


Frei Vitorino Micka celebrando Missa diante do altar mor da Matriz de São Raimundo Nonato, no Bairro da Aldeia, em Santarém, em 28 de dezembro de 1963, ocasião de uma colação do Ginásio Normal São Raimundo Nonato. Foto cedida ao blog pela senhora Jercyra Carneiro do Valle.



Legião de Maria da Paróquia de Santa Ana em Arapixuna


Em 1968 a Legião de Maria, movimento leigo presente na então Prelazia de Santarém, chegava à Paróquia de Santa Ana, na Vila de Arapixuna. Nesta fotografia podemos ver os primeiros membros do “Praesidium” daquela comunidade. Foto cedida ao blog pela senhora Jercyra Carneiro do Valle.



quinta-feira, 12 de julho de 2018

Homenagem a Dom Tiago Ryan (falecido a 12 de julho de 2002)


Hoje, 12 de julho, lembramos saudosamente da partida de Dom Tiago Ryan para a “Casa do Pai”. Naquele 12 de julho, há 16 anos atrás, muitos santarenos receberam a triste notícia do falecimento do Bispo Emérito, mas muitos só vieram a acreditar quando seu corpo chegou, a 19 de julho seguinte, para ser sepultado na Catedral no dia 20 de julho. Nesta foto, podemos ver Dom Tiago trabalhando em seu escritório, na Cúria Prelatícia, na década de 1970.




O “Trevo da Rodoviária” em 1984


Na intercessão entre a Rodovia Santarém-Cuiabá e a Avenida Magalhães Barata, próximo à estação Rodoviária da cidade de Santarém, existe um trevo que assim se apresentava, em 1984, quando o então prefeito, Ronan Liberal, decidiu arborizá-lo, conforme podemos ver nesta fotografia cedida pela senhora Neide Lira.



Monumento ao padre João Felipe Bettendorf


Construído na antiga “Praça da Bandeira”, obra do artista santareno Laurimar Leal, o monumento ao padre João Felipe Bettendorf, junto à um indígena da etnia tapajó foi destruído quando da reforma que extinguiu a Praça da Bandeira e a anexou ao “Complexo Arquitônico Nossa Senhora da Conceição”. Foto do final da década de 1970, acervo ICBS.