terça-feira, 19 de setembro de 2017

Artigo: Sobre as origens do Sairé...

Por Pe. Sidney Augusto Canto

Na última quinta-feira, dia 14 de setembro, ao ser entrevistado sobre o Sairé, contei uma história que deixou a repórter surpresa por não saber, até então, da origem do Sairé. Alguns estudantes que viram a entrevista, pediram que eu escrevesse sobre esse assunto, para ajuda-los em seus trabalhos.
Pois bem, voltemos no tempo...
No século XVII intensificou-se a presença missionária na Amazônia, principalmente com a vinda de Jesuítas e Franciscanos que, chegados de Portugal, traziam a missão de tornar os indígenas vassalos de sua majestade o Rei de Portugal e seguidores da fé cristã.

Converter os indígenas à Cruz de Jesus Cristo tornou-se imperativo nas diversas missões fundadas nas margens dos rios da Amazônia. Para isso, os missionários usaram de um curioso processo de enculturação. Para ensinar a fé cristã, usavam o nheengatu, uma língua que tinha como base em diversos dialetos falados na região amazônica de então e ainda hoje existente.
Foi nesse contexto que a CATEQUESE da Igreja Católica Apostólica Romana fez nascer o Sairé. As primeiras descrições, inclusive, não são de naturalistas ou turistas, mas de padres e bispos. O Sairé é, em sua origem, um instrumento de enculturação da fé católica para a catequese dos indígenas que, abandonando forçadamente as suas antigas crenças deveriam, por meio do Sairé, aprender sobre a Santíssima Trindade, Jesus, Maria e os Santos...
O próprio símbolo do Sairé (visto na foto que ilustra o presente artigo), usado até os dias de hoje, conduzido pelas ruas e casas dos JUÍZES e MORDOMOS, sendo devidamente entronizado em uma CAPELA ou IGREJA, é representação simbólica da Trindade Cristã: o Pai, o Filho e o Espírito Santo. As cantigas do Sairé, apesar de serem originalmente cantadas em nheengatu, são saudações católicas ao Deus Trinitário, a Maria, mãe de Jesus e aos santos.

Hoje, muitas pessoas vão ao Sairé sem saber que, em sua origem, está a conquista da Amazônia pela Cruz de Jesus e o trabalho missionário de diversos padres que, usando da CATEQUESE da Igreja Católica Apostólica Romana souberam introduzir na cultura local, por meio do Sairé, a fé cristã vivida atualmente pelos povos amazônicos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário